Veja quem são os candidatos ao Governo do RJ 2018 | RJ notícias - Ultimas noticias RJ - Esporte - Politicia - Dicas - Entretenimento
Destaques

Veja quem são os candidatos ao Governo do RJ 2018

candidatosrj

Veja os nomes  dos candidatos ao governo do estado do Rio de Janeiro

André Monteiro (PRTB)

O Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) definiu o nome do subtenente da Polícia Militar, André Monteiro, como o candidato da legenda na disputa pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro. O anúncio foi feito na última segunda-feira (6), quando o PRTB também confirmou o nome do candidato a vice-governador, o atleta paralímpico Jonas Licurgo. Para o Senado o partido terá a candidatura do cantor gospel Mattos Nascimento.

Luiz André de Moura Monteiro, de 47 anos, nasceu no Rio de Janeiro e é subtenente da Polícia Militar, onde atua há 23 anos, sendo 22 anos no Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Formado em direito, especialista em direito penal, o candidato também foi professor de pós-graduação em ciências penais e segurança pública. Em 2014, André Monteiro tentou se eleger deputado estadual pelo PRTB, mas não obteve sucesso, somando um total de 3.431 votos.

Anthony Garotinho (PRP)

O Partido Republicano Progressista (PRP) oficializou, neste domingo (5), durante convenção estadual, o nome de Anthony Garotinho como candidato ao governo do Estado do Rio de Janeiro. A chapa terá a vereadora de Duque de Caxias, Leide, do Partido Republicano Brasileiro (PRB), como candidata a vice-governadora. Para a disputa ao Senado, o PRP terá os candidatos Eduardo Lopes, do PRB, partido do prefeito Marcelo Crivella, e o presidente do Patriota no município de São Gonçalo, Walter Cristie.

Garotinho, de 58 anos, tem uma longa trajetória de vida pública. Eleito duas vezes prefeito da cidade de Campos dos Goytacazes, no norte fluminense, em 1988 e 1996, Garotinho também foi governador do Rio entre 1999 e 2002. Após seu mandato, o candidato conseguiu eleger sua mulher, Rosinha Matheus, e foi secretário de segurança pública, nos anos de 2003 e 2004. Nas eleições de 2002, Garotinho foi o terceiro colocado na disputa pela presidência da República. Anthony também foi deputado federal entre 2011 e 2015. Antes de chegar ao PRP, o ex-governador passou pelo PT, PDT, PSB, PMDB e PR.

A candidatura de Garotinho conta com o apoio dos partidos PRB, PROS, Patriota, PTC e PMB.

Dayse Oliveira (PSTU)

O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU) confirmou o nome da professora Dayse Oliveira como candidata ao governo do Estado do Rio de Janeiro. A chapa terá Pedro Vilas-Bôas como candidato a vice-governador.

Natural da capital do Estado, Dayse Oliveira, de 52 anos, é mestre em história pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e professora da rede pública estadual do Rio. Sua primeira tentativa por um cargo eletivo aconteceu em 2002, quando disputou a vaga de vice-presidente da República na chapa de Zé Maria (PSTU). Nos anos de 2004 e 2012 se candidatou ao cargo de prefeita de São Gonçalo. Já em 2006, buscou uma cadeira no Senado. Dayse foi candidata ao Governo do Estado pela primeira vez em 2014, quando obteve 33.442 Votos.

Eduardo Paes (DEM)

O Democratas (DEM) confirmou Eduardo Paes como candidato do partido ao Governo do Estado do Rio de Janeiro. A convenção aconteceu em um hotel na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, no domingo (29). O vice-governador na chapa será o deputado estadual Comte Bittencourt.

Eduardo Paes tem 48 anos e foi prefeito do Rio por dois mandatos, de 2009 a 2017. Ao deixar a Prefeitura do Rio, foi consultor no BID e vice-presidente da América Latina da China BYD, fabricante de veículos elétricos.

Até o momento Eduardo Paes conta com o apoio dos seguintes partidos: PTB, PHS, PPS, PV, PMN, DC, PSDB, Solidariedade, Avante e MDB.

Índio da Costa (PSD)

O PSD confirmou o nome do deputado federal Índio da Costa como candidato da legenda ao governo do estado do Rio. A definição aconteceu durante a convenção do partido no sábado (21). O evento também apresentou o candidato a vice-governador na chapa, o deputado estadual Zaqueu Teixeira (PSD).

Índio da Costa tem 47 anos, é advogado e atualmente deputado federal. Ele foi candidato a prefeito do Rio nas últimas eleições e ficou em quinto lugar. No segundo turno, apoiou o atual prefeito Marcelo Crivella, do PRB, e depois da posse, assumiu a Secretaria Municipal de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação.

Em 2010, Índio foi vice da candidatura de José Serra à Presidência da República.

Marcelo Trindade (Novo)

O Partido Novo definiu o nome de Marcelo Trindade como candidato ao governo. A chapa contará com a professora Carmen Migueles como candidata a vice. O partido anunciou também que terá 28 candidatos ao legislativo estadual e não terá candidato ao Senado.

A homologação dos nomes que representarão o Partido Novo nas eleições de outubro aconteceu no dia 24 de julho, durante a convenção estadual, na sede do partido, no Centro do Rio.

Advogado e professor de Direito, Marcelo Trindade tem 53 anos e foi presidente da Comissão de Valores Mobiliários, órgão regulador do mercado de capitais, entre junho de 2004 e julho de 2007.

Márcia Tiburi

Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou, na noite desta quarta-feira (1), a professora Márcia Tiburi como candidata da legenda ao Governo do Estado do Rio de Janeiro. O vereador de Niterói, Leonardo Giordano (PC do B), será o candidato a vice-governador.

 Márcia Tiburi tem 48 anos, nasceu na cidade de Vacaria (RS) e é formada em Filosofia e Artes na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), onde concluiu mestrado e doutorado em Filosofia.

A convenção estadual, que ocorreu na sede da Associação Brasileira de Imprensa (ABI), no Centro do Rio, também apresentou o nome de Lindbergh Farias como candidato a reeleição no Senado.

 Pedro Fernandes (PDT)

O Partido Democrático Trabalhista (PDT) oficializou no dia 3 de agosto, durante convenção estadual, que o candidato ao governo será o deputado estadual Pedro Fernandes. O candidato a vice-governador será o deputado estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Dr. Julianelli, confirmado na chapa depois da coligação entre os partidos no Rio de Janeiro.

Filho da vereadora Rosa Fernandes e neto do falecido deputado estadual Pedro Fernandes, o candidato do PDT foi o deputado estadual mais jovem a ser eleito na Alerj, com apenas 23 anos, em 2007, pelo extinto PFL. Em 2008, Pedro foi candidato a vice-prefeito da capital na chapa de Solange Amaral. Dois anos depois, já filiado ao PMDB, se reelegeu deputado com quase 70 mil votos. Pedro Fernandes já está em seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa do Rio, hoje, filiado ao PDT.

Pedro Fernandes garantiu que, se for eleito, vai investir em inteligência e tecnologia na segurança pública, vai valorizar o servidor estadual, acabar com os postos de vistoria do Detran e vai colocar, no mínimo, 50% das escolas do Estado funcionando em tempo integral.

Romário (Podemos)

O Podemos (PODE) oficializou, no sábado (4), durante convenção estadual, que seu candidato ao governo do Estado do Rio de Janeiro será o senador Romário de Souza Faria. O candidato a vice-governador na chapa será o deputado federal Marcelo Delaroli (PR).

Romário tem 52 anos e é ex-jogador de futebol. Em 2010, filiado ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), foi eleito deputado federal pelo estado do Rio de Janeiro como o sexto candidato mais votado. Ele exerceu o mandato de 2011 a 2014 e, no fim do mesmo ano, foi eleito senador. Em junho de 2017, Romário deixou o PSB para se filiar ao Podemos, antigo PTN.

Romário garantiu que – se eleito – vai priorizar a segurança pública, para a qual vai continuar pedindo ajuda federal. Ele também afirmou que pretende chamar “grandes profissionais” de áreas como saúde e educação para o auxiliar.

Tarcísio Motta (PSOL)

O Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) oficializou em sua convenção partidária estadual, em 20 de julho, o nome do vereador Tarcísio Motta como candidato ao governo do estado do Rio. A candidata a vice-governadora na chapa é Ivanete Silva.

Motta é professor licenciado do Colégio Pedro II e em 2014 também concorreu ao mesmo posto pelo partido, quando foi o quinto mais votado com mais de 700 mil votos, cerca de 9% dos válidos. Em 2016 o candidato foi o segundo mais votado para vereador da capital fluminense.

O Partido Comunista Brasileiro (PCB) também definiu apoio à candidatura de Tarcísio Motta.

Wilson Witzel

O nome de Wilson Witzel foi confirmado como candidato do PSC, na última sexta-feira (20), durante convenção do partido na Zona Norte do Rio. O vereador Cláudio Castro (PSC) será o candidato a vice-governador na chapa.

Ex-juiz federal, Witzel concorre pela primeira vez ao posto de líder do executivo estadual. Durante os 17 anos como magistrado, o candidato atuou em varas cíveis e criminais, inclusive no combate ao crime organizado.

De 2014 a 2016, Wilson exerceu o cargo de presidente da Associação dos Juízes Federais do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Ajuferjes).