Noticias

Proposta de lei trabalhista permite pagamento de trabalhador rural com moradia e alimentação

escravatura03africa

A Câmara dos Deputados considera permitir que o pagamento aos serviços prestados pagos aos trabalhadores rurais seja feito não apenas com dinheiro, mas também com oferta de moradia e alimentação. A mudança é uma das propostas de alteração das leis trabalhistas específicas para atuação na zona rural, com apoio do governo federal. O autor do projeto é o presidente da bancada ruralista, deputado Nilson Leitão (PSDB-MT). De acordo com o Valor Econômico, o texto também aumenta para até 12 horas a jornada diária “por motivos de força maior” e permite a substituição do repouso semanal dos funcionários por um contínuo, com até 18 dias de trabalho seguidos, assim como a venda integral das férias dos empregados. “É uma proposta mais perversa que a própria reforma trabalhista”, criticou o coordenador da bancada rural do PT, deputado Beto Faro (PA). Ao todo, 192 itens são propostos para substituir a legislação vigente.