Filho da funkeira Tati Quebra Barraco é morto em troca de tiros | RJ notícias - Ultimas noticias RJ - Esporte - Politicia - Dicas - Entretenimento
Noticias

Filho da funkeira Tati Quebra Barraco é morto em troca de tiros

3yeo01vmypm35lgyc0yub32o6

Filho da funkeira Tati Quebra Barraco, Yuri Lourenço da Silva, de 19 anos, foi morto a tiros na madrugada desde domingo, na Cidade de Deus, na Zona Oeste. Yuri  foi baleado no rosto e chegou a ser levado para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, onde foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

15350463_1754985404827323_7142360254040127148_n

A Polícia Militar confirma que houve confronto no local, conhecido como Quintanilha. De acordo com a PM, um grupo de policiais da UPP da Cidade de Deus fazia patrulhamento de rotina quando foi surpreendido por criminosos armados. No confronto, além do filho da  Tati Quebra Barraco , também morreu Jean Rodrigues de Jesus, de 22 anos. Os policiais apreenderam no local uma pistola, dois rádios transmissores e drogas. A Divisão de Homicídios (DH) da Polícia Civil está investigando o caso.

Yuri já tinha passagem pela polícia. Ele foi preso em flagrante em novembro do ano passado por furto qualificado. Condenado a dois anos de prisão em setembro, ele recorria da sentença em liberdade.

A cantora se manifestou sobre o ocorrido através das redes sociais. No Facebook, contou que fazia um show em Belo Horizonte (MG) quando recebeu a notícia. “Tive que terminar o show  com um sorriso no rosto, sem que ninguém percebesse. Mas não fui forte o tempo todo, desabei! DESABEI!”, publicou, em tom emocionado. Diversos seguidores e fãs comentaram palavras de conforto e surpresa com o relato.

Tati Quebra Barraco
16 h ·

Meu filho tá sendo difícil de acreditar viu? Como deve ser pra você receber uma mensagem, ligação em meio ao show dizendo que seu filho está morto? Não queira passar nunca pelo o que estou passando.
Não queira sentir nunca o que estou sentindo.
Eu não pude parar o que dei início. Tinha fãs, públicos, o fotógrafo da casa, tinha um contrato assinado. Então tive que terminar o show da boate eleganza com um sorriso no rosto, sem quê, ninguém percebesse.
Mas não fui forte o tempo todo, desabei! DESABEI!
Mas meu filho… porque isso com a mãe?
Em que eu errei?
Em que não fui rude?
O que eu deixei faltar?
Você e seus irmãos sabem o que eu fiz e venho fazendo pra dar o melhor pra vocês.
Então foi esse o motivo de você ir na festa de confraternização, sem que percebecessmos, da sua bisa avó? Família toda reunida.
Estava se despedindo????? Meu Deus! Meu Deus!
Sei que só o senhor é capaz de preencher esse vazio que vou levar por muito tempo, talvez, para sempre.

Sem palavras Yuri, mãe vai te amar para sempre. Agora temos a Pérola para educar, melhorar o que não fui capaz de fazer por você. Me desculpe se fui uma péssima mãe ou se ensinei da maneira errada, eu só queria o seu melhor.

No Twitter, Tati preferiu culpar a Polícia Militar. “A PM tirou um pedaço de mim que jamais será preenchido. A PM matou o meu filho”, publicou.

Além dos milhares de fãs que se solidarizaram com Tati Quebra Barraco na página da cantora, artistas se manifestaram. “Neste momento não me importa o motivo, nem o porquê, apenas quero me solidarizar com a querida @quebratati por estar vivendo esse momento”, escreveu Mc Buchecha no Twitter.

“Força Tati Quebra Barraco”, postou o rapper Emicida. “Meus pêsames @quebratati não existem palavras de conforto nessas horas, que Deus conforte você e sua família nesse momento! Sinto muito!”, consolou a funkeira Valesca Popozuda.

Falta de respeito à família

A publicação de Tati no Facebook recebeu comentários de ódio e desrespeito que foram repudiados por outros internautas e pela própria equipe da cantora, que voltou ao Rio na tarde de domingo.

Conhecida por compor funks politizados, Mc Carol se referiu à Tati como sua “mãe de coração” e afirmou, em seu Facebook, que há guerra entre a polícia e a comunidade. “Não é apenas uma guerra entre a polícia e o tráfico”, criticou a cantora, que também pediu respeito à família da amiga.

No FACEBOKK da funkeira  foi divulga uma nota  de repudio aos comentários de ódio e  desrespeito
Tati Quebra Barraco
7 h ·

NOTA OFICIAL

Na madrugada deste domingo (11/12), Yuri Lourenço da Silva, 19 anos, filho da cantora Tati Quebra Barraco, foi morto durante uma operação policial na Cidade de Deus, onde morava. Tati estava se apresentando em Belo Horizonte quando recebeu a notícia e chegou ao Rio hoje pela tarde.

Nas últimas horas, as redes sociais da artista têm recebido centenas de comentários de ódio e completamente desumanos. Repudiamos o desrespeito à tragédia que é qualquer mãe ter que enterrar um filho.

Agradecemos ao apoio de amigos e fãs nesse momento tão difícil. Estamos recebendo milhares de mensagens que estão ajudando confortar a família.

Esperamos que a verdade – sobre uma suposta troca de tiros que nunca ocorreu – chegue à tona e que os responsáveis por registrarem/divulgarem fotos indevidas/desrespeitosas em um momento como esse sejam punidos. Nos apoiamos nessa esperança e na fé para consolar o coração dos familiares de Yuri, que pedem privacidade nesse momento de luto.

OBS: Pedimos que às solicitações de notas e demandas de imprensa sejam feitas temporariamente pelo email ubuntuproducoesculturais@gmail.com ou pelos contatos abaixo:

Build Up Media
Daniel Pandeló Corrêa: daniel@buildupmedia.com.br
Nathália Pandeló Corrêa: nathalia@buildupmedia.com.br
Telefone: (24) 99937-7203

Nós, MC Carol e equipe, nos prontificamos para ajudar a Tati Quebra Barraco e sua família nesse momento difícil. Ainda não há informações sobre horários e local do velório. Pedimos respeito ao luto da família, que está enfrentando uma perda junto de um ataque de ódio na internet.