Noticias

Sedes do estado do Rio tem luz cortada por falta de pagamento

a_madureira7

O Parque Madureira, na Zona Norte, teve a luz cortada nesta quinta-feira por falta de pagamento. De acordo com a Light, a inadimplência ocorre há três meses. O valor da conta mensal é de R$125 mil em média e a dívida chega a cerca de R$ 375 mil. A crise no Estado do Rio também provocou o corte de energia na Subprefeitura da Barra da Tijuca, nesta quarta-feira. Nas redes sociais, internautas afirmam que o sentimento é de “vergonha” já que a população enfrenta tantas dificuldades para pagar a sua conta de luz.

Na Barra, a falta de pagamento ocorre há 11 anos, de acordo com a concessionária de energia elétrica. O valor mensal da fatura da subprefeitura é de R$ 98 mil, o que soma desde 2005 cerca de R$ 13 milhões.

No último sábado, foi a vez do prédio da Secretaria Estadual de Habitação e da Companhia Estadual de Habitação (Cehab), na esquina da Rua da Quitanda, no Centro do Rio, ficar às escuras por falta de pagamento. A dívida é referente às faturas de setembro de 2015 a julho de 2016, segundo a companhia.

Em nota, a Light diz que “esgotou” todas as possibilidades de negociação diante da inadimplência do Estado, realizando reuniões, além de diversos contatos telefônicos e notificações.

Unidades do programa Rio Poupa Tempo na Zona Oeste e Baixada Fluminense, situadas em Bangu e São João de Meriti estão fechadas desde a última quinta-feira pelo mesmo motivo. De acordo com o órgão, o Consórcio Central da Cidadania, responsável pelas unidades, não vem recebendo repasses do Tesouro estadual, está com contas atrasadas e por isso decidiu fechar as unidades.

Procurada pela reportagem, a Prefeitura justificou no final da tarde desta quinta-feira que a conta de luz do Parque Madureira está em atraso há três meses por questões burocráticas. Segundo o órgão, o que ocorreu foi que há um “período de transição da responsabilidade do pagamento da construtora para a Prefeitura”, mas tudo será regularizado, segundo o mesmo.

Já no caso da Subprefeitura da Barra, a Prefeitura do Rio afirma que a instituição está inserida em um complexo que abriga órgãos dos âmbitos municipal, estadual e federal. Sendo assim, entrou com um processo na Light para separar sua dívida e quitar a parte que lhe cabe.