Noticias

Rio seleciona produtores de cinema para participar do Rotterdam Lab

cinema_fita_620

Foi publicado hoje (24), no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro, edital para participação de produtores, produtores executivos ou diretores de produção cinematográficos fluminenses em início de carreira  no Laboratório do Festival Internacional de Cinema de Roterdã (Rotterdam Lab), que ocorrerá entre 21 de janeiro e 1º de fevereiro de 2015, na Holanda. Ao final do processo, serão selecionados dois vencedores.

O superintendente do Audiovisual da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, Felipe Lopes, disse que poderão participar do edital produtores que tenham projetos de longa-metragem. Lopes advertiu, porém, que a inscrição é aberta a produtores de um ou dois longas  ou, pelo menos de três curtas ou médias metragens que tenham sido exibidos em cinemas, “seja em festivais ou em circuito comercial”.

Os produtores escolhidos terão passagem aérea, cinco diárias fornecidas pelo festival e credencial para participar do laboratório do evento, o Rotterdam Lab, e do CineMart, um espaço onde terão reuniões com representantes do mercado audiovisual internacional. Essa é a quarta edição do edital. Ele foi lançado pela primeira vez em 2010.

O superintendente do Audiovisual esclareceu que o principal objetivo do intercâmbio é conseguir parcerias internacionais para a produção cinematográfica fluminense.  “A gente, no audiovisual, tem diversos produtos que são feitos por meio de coproduções  do Brasil com outros países”.

Lopes confirmou que, além de participar do Rotterdam Lab, o produtor iniciante terá chance de ter acesso ao mercado externo por meio do CineMart. Lopes disse que o laboratório do festival oferece capacitação e aperfeiçoamento na gestão aos profissionais que integram a cadeia produtiva. “Além disso, ele estimula e promove o intercâmbio cultural, possibilita que esses projetos que os produtores estão levando sejam feitos em coprodução. Não ser só um filme brasileiro, mas ter  parceria  com a Holanda e com outros países que participam do festival, como a França, a Alemanha e a Nova Zelândia, por exemplo”.

Ele lembrou o caso da produtora executiva Daniela Santos, que participou do Rotterdam Lab 2011 com o filme Elena, que depois ganhou circulação em festivais internacionais de forma significativa. “A gente tem certeza de que a participação em mercados e laboratórios como esse é fundamental para estabelecer esse network [rede de contatos] profissional e internacional”, indicou Felipe Lopes.

As inscrições podem ser feitas a partir de hoje somente pela internet,  no endereço www.cultura.rj.gov.br, e serão encerradas no dia 22 de outubro.