Esporte

Fluminense vence Palmeiras por 3 a 0

fred-flu

O Fluminense venceu, neste sábado (13), o Palmeiras por 3 a 0, no Maracanã. Com dois gols de Fred e um de Conca, o tricolor chegou a 35 pontos. Já o Palmeiras fica estacionado com 21 e pode terminar a rodada na zona de rebaixamento. O primeiro tempo foi dominado pela equipe carioca, que teve um pênalti polêmico marcado pela arbitragem. Na etapa final, os paulistas melhoraram, tiveram as melhores chances, mas isso não mudou o resultado. Conca fez o terceiro após falha do goleiro palmeirense.

O jogo – As equipes iniciaram a partida com propostas bem diferentes. O time da casa, apoiado pela torcida, partiu para cima, enquanto que o Palmeiras, com 13 desfalques, jogava recuado e com cinco jogadores no meio de campo para atrapalhar a criação do Fluminense.

Mas o esquema da equipe visitante não deu certo. Em uma jogada rápida pela esquerda, aos sete minutos, a bola de Chiquinho chegou no artilheiro Fred que, sozinho, tocou para abrir o placar. O goleiro Fábio ainda escorregou no lance.

O gol não mudou as características do jogo. O tricolor do Rio mantinha o domínio das ações e continuava sendo perigoso principalmente pelo lado esquerdo. A equipe visitante demorou a reagir. A primeira chance do Palmeiras aconteceu apenas com 20 minutos. Depois de cruzamento de Juninho, Diogo cabeceou forte para bela defesa de Diego Cavalieri. O verdão melhorou na partida e passou a ter mais o controle da posse de bola com o recuo do Fluminense.
Quando o Palmeiras era melhor em campo, o Fluminense, em uma arrancada pela direita, a bola bateu na mão do volante Renato. O juiz entendeu que foi pênalti para muita reclamação da equipe paulista. Fred bateu para fazer o segundo dele na partida.

Opiniões

No intervalo, o lance continuou sendo o assunto entre os jogadores do Palmeiras. “Não houve pênalti e isso dificutou muito o nosso trabalho”, disse Diogo. Pelo lado do Fluminense, Fred explicou que, como a marcação adversária é bastante recuada, houve poucos espaços. “Mas os gols vieram em boa hora. Vamos voltar melhor no segundo tempo”. Diego Cavalieri pregou seriedade. “Não há nada decidido. Vamos manter o ritmo para garantir essa vitória importante”.

O resultado parcial representava a diferença técnica entre as equipes, comentou Waldir Luiz, da Rádio Nacional. “O Diego Cavalieri trabalhou muito pouco no primeiro tempo. O Fluminense é muito melhor do que o Palmeiras e, por isso, ganha a partida”

Segundo tempo

A etapa final começou com a equipe visitante com uma proposta mais ofensiva. No primeiro lance, Cristaldo, do Palmeiras, perdeu um gol na pequena área. O Verdão dominava a partida e parecia próximo de diminuir o marcador. Mas, aos 19 minutos, sofreu um duro golpe, quando o meia Conca fez um gol de falta após mais uma falha do goleiro Fábio.

Até os 30 minutos do segundo tempo, o Fluminense demonstrava incrível aproveitamento. Tinha chutado apenas três vezes ao gol, enquanto que os visitantes já tinham tentado sete vezes. COm o Palmeiras tentando diminuir, o time da casa passou a ter mais oportunidades. Em uma delas, Fred cabeceou à queima-roupa. O goleiro defendeu e a bola bateu no travessão.

Mesmo com o resultado, Cristaldo e Mendieta que entraram no segundo tempo criavam as melhores chances, mas sem efetividade. Por pelo menos três vezes a bola passou muito perto para alívio da zaga tricolor.

 

 

 

(EBC)