Noticias

Funcionários de embaixadas e consulados do Brasil entraram em greve hoje (13/05) por 48 horas

Funcionários locais de embaixadas e consulados do Brasil entraram em greve hoje (13/05) por 48 horas. De acordo com a Associação dos Funcionários Servidores Locais do Ministério das Relações Exteriores no Exterior (Aflex), a paralisação será feita em 17 postos do Brasil no exterior. Consulados em grandes cidades dos Estados Unidos, como Nova Iorque, Los Angeles e Atlanta, Canadá, Reino Unido, da França e Alemanha terão apenas os atendimentos de emergência mantidos.

Com a greve, a emissão de documentos como passaportes para brasileiros será prejudicada, assim com pedidos de visto para o Brasil. O objetivo da paralisação é sensibilizar o Ministério das Relações Exteriores (MRE) para a necessidade de reajuste salarial. Os trabalhadores também reivindicam o fim de perseguições a diretores da associação de funcionários e de suspensões arbitrárias, de acordo com nota da Aflex. A associação deu ênfase, no comunicado, à possível suspensão da emissão de vistos em período de proximidade da Copa do Mundo no Brasil, que começa em 30 dias.

Nas representações do Brasil no exterior, o Itamaraty emprega tanto servidores públicos – os diplomatas de carreira, os oficiais e os assistentes de chancelaria – quanto empregados locais, brasileiros ou estrangeiros, que prestam serviços à embaixada ou ao consulado. Eles, de um modo geral, exercem atividades de viés mais administrativo.

Fonte: Agência Brasil