Noticias

Detro realiza ação com operação Lei Seca na Rodoviária Novo Rio

 

Agentes do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro) realizaram, nesta segunda-feira, uma blitz conjunta com a Operação Lei Seca no desembarque da Rodoviária Novo Rio. Cinco agentes da OLS, incluindo policiais militares, e 12 do Detro abordaram motoristas verificando documentos e realizando testes de acoolemia das 7h às 10h. Quarenta e nove motoristas passaram pela fiscalização e nenhum tinha ingerido bebida alcoólica. De acordo com o presidente do Detro, Alcino Rodrigues, a ação educativa deve ser feita em outros terminais do estado. 

– Quando se para um carro de passeio, ele carrega apenas quatro pessoas. No caso de um ônibus, o motorista leva até 46 pessoas. Aqui nós estamos garantindo a segurança dos passageiros. Essa é a primeira operação e vai ser rotineira. Em todos os terminais onde estiverem sendo feitas operações do Detro nós vamos inserir a Lei Seca para verificar o índice de álcool. Vamos fazer nos ônibus da cidade do Rio, os intermunicipais e as 552 vans legalizadas do nosso sistema – afirmou Rodrigues.

De acordo com o coordenador-geral da OLS, tenente-coronel Marco Andrade, o Detro está ajudando com a infraestrutura logística e a Lei Seca com a orientação legal, que é fundamental para a fiscalização.

– Nos comprometemos a ajudar no treinamento dos agentes que vão atuar especificamente nesta ação. Fizemos orientação da parte legal, toda parte direcionada à Legislação de Trânsito em relação à alcoolemia, e explicamos a dinâmica de utilização do equipamento do bafômetro. Em outra fase, os agentes compareceram a uma de nossas blitzes e puderam observar a abordagem, postura e forma de explicar e esclarecer a Legislação para o cidadão. Defendemos a abordagem cidadã, que tanto conquistou a credibilidade da sociedade fluminense – afirmou Marco Andrade.

Motorista há 35 anos, Paulo Roberto dos Santos acredita que a ação vai ser uma proteção principalmente para quem passa o dia inteiro na estrada.

– Essa é uma segurança não só para os passageiros, mas para a gente também. Quando a gente anda no dia a dia, vemos o que acontece quando a pessoa ingere bebida alcoólica e pega no volante. Ela fica sem controle – disse Paulo Roberto.

Para Jair Moura, que está na profissão há 20 anos, o motorista profissional não vai se incomodar com a ação do Detro conjunta com a OLS.

– Eu realmente aprovo essa ação. Tem que colocar juízo na cabeça das pessoas – disse ele.