Noticias

Ônibus bate e fica preso em passarela na Avenida Brasil deixando feridos

O ônibus bateu e ficou preso na passarela 27 da Avenida Brasil, na altura da Fazenda Botafogo, em sentido ao Centro, na manhã desta quarta-feira (04/05). Os bombeiros informaram que 23 pessoas ficaram feridas, entre elas uma passageira que sofreu um corte profundo na mão.Os feridos foram levadas para o Hospital Estadual Albert Schweitzer em Realengo, Hospital Carlos Chagas em Marechal Hermes e para o Hospital Getúlio Vargas na Penha.

Agentes da CET-Rio, policiais militares e bombeiros estavam  no local. As três faixas de rolamento que estavam interditadas foram liberadas por volta de 10h,  o Centro de Operações do Rio informou que a retenção chegou à altura de Deodoro. A opção para quem estava na altura do acidente foi  seguir pela Rua Luiz Coutinho Cavalcante, no bairro de Guadalupe.

O ônibus que bateu  na passarela fazia a linha 394 (Vila Kennedy-Praça Tiradentes), da Viação Bangu.  , Marcelo Bernardo, o gerente da empresa disse que o GPS já informou que o veículo não estava em alta velocidade. Ele trafegava a 57 Km/h. Segundo o gerente, o motorista, identificado apenas como Carlos Alberto, trabalha na viação há cerca de oito anos, e é um excelente motorista. O motorista  informou  aos representantes da empresa que foi fechado pouco antes da batida.

O pintor Maximiliano Brison de Souza, que viu o acidente, confirmou  a versão do motorista. De acordo com ele, o ônibus teria  desviado  de um carro, nao parou e colidiu na passarela. Ele acredita que o freio de mola do coletivo tenha quebrado, hipótese que é negada pelo gerente da Autoviação Bangu:

– Eu escutei a freada. Em seguida, o ônibus invadiu a estrutura da descida da passarela, no sentido Centro. O motorista foi lançado para fora do veículo.

O sub-gerente  da Secretaria municipal de Obras, Adriano Monteiro, afirmou que a estrutura da passarela não foi danificada .  de acordo com ele, depois da retirada do onibus, será feita uma análise mais detalhada da passarela .

Mais cedo, um acidente envolvendo motociclistas também na Avenida Brasil, altura de Irajá, na pista sentido Centro, deixou o trânsito muito ruim ao longo da via.

Em março, a passarela 7 na Avenida Brasil, altura de Bonsucesso, foi demolida após ter a estrutura comprometida em acidente com um ônibus. Depois de ficar internado por mais de uma semana no Hospital Geral de Bonsucesso, o motorista do coletivo acabou morrendo. Ele perdera muito sangue no local do acidente, uma vez que sua perna direita ficou presa e precisou ser amputada pelos bombeiros. O motorista também havia sofrido um infarto antes de chegar ao hospital.