Noticias

Mais da metade dos brasileiros não tem diploma do ensino médio

O estudo “Um Olhar sobre a Educação”, divulgado hoje (11) pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), mostra que o Brasil tem mais da metade dos adultos (52%), com idades entre 25 e 64 anos, sem diploma do ensino médio. O país é um dos que têm o maior número de pessoas que não atingiram o nível de formação. O índice representa mais do que o dobro da média da OCDE. O estudo abrange as 36 economias da OCDE, a maioria desenvolvidas, e dez países parceiros da entidade, como África do Sul, Argentina, China, Colômbia, Índia, Rússia e Brasil. A organização destaca que o menor nível de escolaridade tende a ser associado com a maior desigualdade de renda. O Brasil tem o segundo maior nível de desigualdade de renda entre os 46 países do estudo, atrás apenas da Costa Rica. Ainda segundo o estudo, os que deixam a escola antes de completar o ensino médio enfrentam não apenas dificuldades no mercado de trabalho, mas também têm competências cognitivas – memória, habilidades motoras, atenção, entre outras – bem inferiores aos das pessoas que possuem a formação. Na Argentina, 39% dos adultos na mesma faixa etária não concluíram o ensino médio. No Chile, o porcentual é de 35% e, na Colômbia, de 46%. Já na Costa Rica e no México, o porcentual é ainda maior do que o do Brasil: 60% e 62%, respectivamente, os mais elevados do estudo.