Noticias

Jornalista assassinado em Guadalupe é enterrado

O jornalista Daniel Lucas Gomes Delfino, de 27 anos, foi enterrado na tarde desta terça-feira, no Cemitério de Ricardo de Albuquerque, na Zona Norte do Rio. Bastante emocionados, amigos e familiares se despediram do jovem que foi encontrado morto em uma rua de Guadalupe ferido por um projétil, na noite do último domingo.

 

Segundo familiares, Daniel voltava para casa após um chá de bebê quando foi atingido por uma disparo na barriga na Rua Francisco Portela. Ele trabalhou na Folha Dirigida, BandNews FM e TV Bandeirantes e atualmente atuava como analista de conteúdo em uma empresa de comunicação.

O 41ºBPM (Irajá) informou que o batalhão foi acionado para verificar ocorrência em uma rua do bairro de Guadalupe, nas proximidades da Avenida Brasil. O jovem não resistiu e morreu no local. Ainda segundo a corporação, não houve operação ou ocorrência envolvendo policiais militares na localidade.

A Delegacia de Homicídios (DH) instaurou um inquérito para apurar as circunstâncias e autoria do crime. A perícia foi realizada e diligências estão em andamento.

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas do Rio lamentou a morte e disse que o jornalista foi “morto covardemente pela violência sem fim que assola esta cidade, este país”, e completou dizendo que “mais um jovem inocente que se vai. Mais um futuro colega que poderia se juntar aos seus pares para defender esta carreira, a profissão de jornalista, e brigar pelos nossos direitos”.