Polícia Civil faz operação contra a milícia em Itaguaí | RJ notícias - Ultimas noticias RJ - Esporte - Politicia - Dicas - Entretenimento
Noticias

Polícia Civil faz operação contra a milícia em Itaguaí

A Polícia Civil realiza nesta quinta-feira, junto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Estado do Rio (MPRJ), uma megaoperação, batizada de Freedom, contra o grupo de milicianos que atua na Zona Oeste da capital e em Itaguaí. Os agentes estão em Campo Grande, Cosmos, Santa Cruz e Paciência e no município da Região Metropolitana do estado. O objetivo é cumprir 42 mandados de prisão e 90 de busca e apreensão contra a Liga da Justiça, liderada por Wellington da Silva Braga, o Ecko. Até 12h, nove tinham sido cumpridos pelos agentes e quatro pessoas foram presas em flagrante.

O subtenente do Exército Marco Antonio Cosme Sacramento, 47 anos, conhecido como Sub, foi um dos presos de hoje. Doze pessoas foram presas no decorrer das investigações.

O militar do Exército, preso em Campo Grande, já respondeu em 2010 por crimes de milícia e homicídio em Guaratiba.  Ele é braço-direito do PM Antônio Carlos de Lima, o Sargento Antônio, Toinho, Brow ou Mestre, que é lotado no batalhão de Santa Cruz (27º BPM) e umas da lideranças da milícia de Wellington da Silva Braga, o Ecko. Ambos estão foragidos. Também é procurado o ex-soldado da Polícia Militar Carlos Eduardo Benevides Gomes, o Cabo Bené, são alvos da operação, denominada Freedom.

Em nota, a Polícia Militar disse que o sargento Antonio está de licença médica para tratamento de saúde. “Há procedimentos investigatórios sobre a conduta do policial, inclusive na própria corporação”, disse a corporação.