Noticias

Chuva deixa município do Rio de Janeiro em estágio de atenção

28512614_10209844972074239_491009947_n

O município do Rio de Janeiro entrou em estágio de atenção às 19h20 de hoje (27) por causa de chuvas de “intensidade forte a muito forte” em algumas áreas da cidade, de acordo com o Centro de Operações (COR) da prefeitura. O estágio de atenção é o segundo nível em uma escala de três e indica a possibilidade de chuva moderada, ocasionalmente forte, nas próximas horas.

O COR alertou que há previsão de pancadas de chuva moderada a forte nesta noite e na madrugada, podendo chegar a muito forte, acompanhada de rajadas de vento moderado a forte e raios.A Defesa Civil municipal acionou sirenes de duas comunidades de São Carlos e do Rato, no bairro do Estácio, na região central do Rio. Os moradores devem seguir até os pontos de apoio.

Logo após as 19h20, a prefeitura do Rio registrou chuva forte nos bairros do Jardim Botânico, com 12,6 milímetros (mm), Santa Teresa (9,6 mm), Recreio dos Bandeirantes (8,6 mm), Irajá (8,2 mm), Tijuca (8 mm), Rocinha (6,6 mm); e chuva fraca a moderada em outras regiões da cidade.

Recomendações

A prefeitura orienta a população a procurar um local seguro, evitar áreas sujeitas a alagamentos e/ou deslizamentos, verificar se há sinais de rachaduras nas residências e se perceber trincas ou abalo na estrutura, acionar a Defesa Civil pelo número 199 e, neste caso, evitar ficar em casa. Se houver ventos fortes e/ou chuvas com descargas elétricas, a orientação é não ficar próximo a árvores ou a áreas descampadas. A prefeitura recomenda também que a população coloque lixo nos pontos de coleta, uma vez que a água da chuva pode levar o lixo a entupir bueiros e galerias.

Para os moradores de áreas de risco, a orientação é ficar atentos aos alertas sonoros, porque o acionamento das sirenes indica perigo de deslizamento. Nesta situação, as pessoas devem se deslocar para os pontos de apoio estabelecidos pela Defesa Civil Municipal. Os locais são informados pelo número 199.

Se houver necessidade de socorro, podem ser acionados os telefones de emergência do Corpo de Bombeiros (193), da Defesa Civil (199) ou da Central de Atendimento da Prefeitura (1746).

 

(Fonte Agência Brasil)