Noticias

MPF denuncia 8 pessoas por fraude e desvio de R$ 450 milhões do POSTALIS

Oito pessoas foram denunciadas  nesta quinta-feira (4)   pelo Ministério Público Federal no Distrito Federal  por fraudes no POSTALIS o instituto de previdência dos empregados dos Correios. As fraudes teriam gerado um rombo de R$ 450 milhões.

As irregularidades envolviam a venda de títulos superfaturados no mercado de capitais entre 2006 e 2011, usando duas corretoras.

Os recursos eram desviados por meio de offshores, algumas delas da Atlântica Administração de Recursos, empresa do empresário Fabrizio Dulcetti Neves, contratado para a gestão dos fundos dos Postalis no Brasil e apontado para a polícia como mentor do esquema.

O caso foi conduzido inicialmente pela Procuradoria da República em São Paulo. Por isso, esta não é a primeira denúncia sobre o caso. O MPF  daquele Estado já havia feito algo semelhante em agosto do ano passado.

A Justiça entendeu, contudo, que a competência do caso é no DF, onde está sediado o Postalis. Diante disso, o Ministério Público da capital ratificou a denúncia nesta quinta.