Noticias

Estado do Rio registra sétima morte por febre amarela

vacina_con

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro confirmou, nesta terça-feira, a sétima morte por febre amarela. O novo caso aconteceu no município de Porciúncula, Noroeste Fluminense. Foi a segunda morte do local pela doença.

É a segunda morte confirmada esta semana. Na última segunda-feira, houve um óbito em Santa Madalena, também no Noroeste. Ao todo, o Rio já registrou 17 casos da doença em humanos.

A Secretaria também informou que seis municípios já registraram casos da doença em macacos: São Sebastião do Alto, Campos dos Goytacazes, Maricá, Carmo, Rio das Flores e Macaé.

De acordo com a secretaria, foram distruibuídas 4.975.425 de doses de vacina contra febre amarela para os 92 municípios, com prioridade para a lista que inclui 65 municípios considerados mais vulneráveis, de acordo com a análise da subsecretaria de Vigilância em Saúde.

Entre os 65 municípios considerados estratégicos pela subsecretaria, 55 já tiveram disponibilizadas doses em quantidade suficiente para imunizar seus habitantes. São elas: Aperibé, Araruama, Areal, Armação dos Búzios, Bom Jardim, Bom Jesus do Itabapoana, Cachoeiras do Macacu, Cambuci, Cantagalo, Carapebus, Cardoso Moreira, Carmo, Casimiro de Abreu, Comendador Levy Gasparian, Conceição de Macabu, Cordeiro, Duas Barras, Engenheiro Paulo de Frontin, Guapimirim, Iguaba Grande, Italva, Itaocara, Itaperuna, Itatiaia, Laje do Muriaé, Macaé, Macuco, Maricá, Miguel Pereira, Miracema, Natividade, Nova Friburgo, Paraíba do Sul, Paty do Alferes, Porciúncula, Quatis, Quissamã, Rio Bonito, Rio das Flores, Rio das Ostras, Santa Maria Madalena, Santo Antônio de Pádua, São Francisco de Itabapoana, São Fidélis, São João da Barra, São José de Ubá, São José do Vale do Rio Preto, São Sebastião do Alto, Sapucaia, Silva Jardim, Sumidouro, Tanguá, Trajano de Moraes, Valença e Varre-Sai.

Além destes, outros 10 municípios são considerados prioritários e também receberão novas remessas de vacinas, de acordo com a entrega a ser feita pelo Ministério da Saúde. São eles: Arraial do Cabo, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Magé, Petrópolis, Resende, São Pedro da Aldeia, Saquarema, Teresópolis e Três