Noticias

Prefeito de Paraty é cassado e fica inelegíveis por oito anos

O prefeito de Paraty, Carlos José Gama Miranda (PMDB) e o vice, Luciano de Oliveira Vidal (PMDB), foram cassados por abuso de poder, devido ao uso irregular do programa social “Paraty, minha casa é aqui” e pela redução da carga horária dos servidores em período eleitoral. De acordo com a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), o presidente da Câmara de Vereadores assumirá a Prefeitura e novas eleições serão convocadas.

Casé e Vidal ficarão inelegíveis por oito anos. Os políticos também foram multados em R$ 156.412,00 cada, sendo R$ 50 mil referentes à condenação pela redução da carga horária dos servidores em período eleitoral, e R$ 106.412,00 relativos à concessão irregular de 221 títulos de direito real de uso entre 29 de agosto e 5 de setembro de 2016.