Noticias

Deputados estaduais do Rio divergem sobre cassação do governador

Em meio a apreciação de vetos do Executivo a projetos aprovados pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio, a cassação dos mandatos do governador Luiz Fernando Pezão e do vice, Francisco Dornelles, também foi assunto nos corredores da Casa, nesta quinta-feira (9).

Autor da ação no Tribunal Regional Eleitoral do Rio, que resultou na cassação, o deputado Marcelo Freixo, do Psol, disse que a decisão demonstra que o governo foi eleito de forma ilegítima e que houve abuso de poder econômico.

Já Paulo Melo, do PMDB, disse que Pezão vai conseguir reverter o que considera como decisão “estapafúrdia”.

Por nota, o governo afirmou que vai recorrer da decisão junto ao Tribunal Superior Eleitoral. Após publicada no Diário Oficial, Pezão e Dornelles têm três dias para entrar com recurso.

A decisão do TRE torna Pezão e Dornelles inelegíveis por oito anos e obriga à realização de nova eleição direta para governador. Mesmo cassados, o governador e o vice permanecem nos cargos, até que se esgote a possibilidade de recurso.

(Fonte Agência Brasil)