Noticias

Número de casos de dengue crescem no Rio

De janeiro a setembro foram quase dez mil casos suspeitos a mais de dengue, em relação ao mesmo período do ano passado. Em 2016, foram 24.960 registros, contra 15.643 em 2015.

O número representa uma alta de quase 60%. Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde, que informou que realiza um trabalho permanente de combate e prevenção a doença, com ações durante o ano todo, mesmo nos meses de menor incidência de casos. De acordo com a secretaria, mais de dez milhões de inspeções foram realizadas este ano.

O infectologista Edmilson Migowsky, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, afirma que o número pode representar um erro de notificação, já que alguns médicos registram zika e chikungunya como dengue.

Para o próximo verão, o infectologista alerta para um “provável” aumento no número de casos de chikungunya no Rio. A explicação, segundo Migowsky, é que o percentual de pessoas suscetíveis a chikungunya é “infinitamente” maior que a dengue.

A secretaria ressaltou, ainda, que a participação da população é fundamental no combate ao mosquito, já que a maioria dos focos, cerca de 80%,  está no ambiente familiar.