Noticias

Duas mulheres morrem atropeladas no estacionamento do Templo Salomão

Duas mulheres morreram atropeladas no estacionamento do Templo Salomão, no Brás, na Zona Leste de São Paulo, no fim da tarde deste domingo (16), segundo a Polícia Militar. O acidente aconteceu quando uma motorista fazia uma manobra no local e perdeu o controle do carro. Ao menos quatro pessoas ficaram feridas.

Iraci da Silva Fabri, 48 anos, é sargento reformada da Polícia Militar e ficou presa entre o carro e a parede do estacionamento. Ela foi socorrida e levada para o Hospital das Clínicas, onde foi confirmada a morte. Rosemeire Rodrigues Gunter, 39 anos, também ficou presa entre o carro e a parede e morreu.

Em nota, a Igreja Universal do Reino de Deus informou que, “por volta das 18h deste domingo (16/10), uma frequentadora do Templo de Salomão que chegava para participar de um culto, perdeu o controle de seu veículo semiautomático no segundo subsolo do templo, atropelando sete pessoas.”

No texto, a igreja não cita a morte das duas mulheres. “A Universal imediatamente prestou socorro e acionou apoio médico de emergência aos acidentados, que foram encaminhados para o Hospital das Clínicas, hospitais do Tatuapé, Vila Alpina e Ipiranga.”

A nota da igreja ainda informou que “as autoridades já periciaram – e liberaram – o local e estão investigando as circunstâncias que levaram a condutora a perder a direção quando manobrava seu veículo.”

Leia a nota da Iurd na íntegra:

A Igreja Universal do Reino de Deus informa que, por volta das 18h deste domingo (16/10), uma frequentadora do Templo de Salomão que chegava para participar de um culto, perdeu o controle de seu veículo semiautomático no segundo subsolo do templo, atropelando sete pessoas.

A Universal imediatamente prestou socorro e acionou apoio médico de emergência aos acidentados, que foram encaminhados para o Hospital das Clínicas, hospitais do Tatuapé, Vila Alpina e Ipiranga. Nossas orações se elevam pelas vítimas desse lamentável incidente e seus familiares.

Acionadas pela Igreja Universal, as autoridades já periciaram – e liberaram – o local e estão investigando as circunstâncias que levaram a condutora a perder a direção quando manobrava seu veículo.

Informações sobre as condições das vítimas devem ser solicitadas junto aos hospitais