Noticias

Jovem é assassinado durante assalto ao ser confundido com policial do BOPE

Um rapaz de 19 anos foi assassinado em Mesquita, na Baixada Fluminense, porque os assaltantes o confundiram com policial militar, já que a capa do celular dele tinha uma caveira, que é o símbolo do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Rio de Janeiro,

Otávio era o amigo que gostava de organizar as festas, reunir a turma.
Na semana passada, ele estava num aniversário quando soube que outras três colegas estavam chegando na estação de trem de Juscelino Kubistchek.

Otávio foi andando até lá acompanhado de uma amiga. Testemunhas contam que os criminosos chegaram em um carro e anunciaram o assalto. Os jovens entregaram tudo o que tinham, mas no celular de Otávio tinha um símbolo do Bope, pois o rapaz tinha o sonho de ser policial. Ele confundido com um PM e foi baleado pelos criminosos.

Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) confirmam o aumento da violência na cidade. De janeiro e março deste ano houve um aumento de 27% nos roubos de carros, comparado ao mesmo período do ano passado. Os roubos a pedestres subiram mais de 20%. Já o número de roubos de aparelhos celulares quase dobrou, o aumento foi de 96%.