Noticias

Rio é a região metropolitana com menor taxa de desemprego

Carteira-de-trabalho

A região metropolitana do Rio de Janeiro superou a capital gaúcha Porto Alegre como a cidade com menor taxa de desemprego, entre as seis capitais analisadas pela Pesquisa Mensal de Emprego (PME), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em agosto, o Rio teve uma taxa de 3%, enquanto Porto Alegre teve índice de 4,8%.

O IBGE pesquisa, mensalmente, as taxas de desemprego das regiões metropolitanas do Recife, de Salvador, Belo Horizonte, do Rio de Janeiro, de São Paulo e Porto Alegre.

O Rio ocupa a colocação de região com menor taxa de desemprego do país desde junho deste ano, quando a região metropolitana teve uma taxa de 3,2% ante os 3,7% de Porto Alegre.

Em julho, o Rio manteve-se nessa colocação, ao apresentar uma taxa de 3,6%, enquanto Porto Alegre teve um índice de 3,7%.

A taxa de desemprego, em agosto, no Rio, caiu ainda mais chegando a 3%, índice menor do que os 4,5% de agosto do ano passado. As reduções podem ser explicadas principalmente por quedas na população desocupada de 15,8% (na comparação com julho deste ano) e de 34,9% (na comparação com agosto do ano passado).

Já em Porto Alegre, a taxa de 4,8% é considerada estável em relação aos 4,3% de julho deste ano e aos 3,4% de agosto do ano passado. Com a taxa atual, Porto Alegre voltou ao patamar de taxa de desemprego de 2011. A explicação para a alta da taxa na comparação com o ano passado foi um aumento de 40% no contingente de desocupados na região metropolitana.

 

(Agência Brasil)