Noticias

Advogado conselheiro do Grêmio desiste de defender torcedora que xingou goleiro do Santos

10363565_928757610484077_2368929406115731790_n

O advogado Guilherme Rodrigues Abrão voltou atrás e desistiu de defender a jovem torcedora flagrada gritando “macaco” para o goleiro Aranha, do Santos. A família de Patrícia Moreira, 22 anos, afirmou que Abrão entrou em contato informando que não poderia ficar com o caso. Mais cedo, Abrão chegou a dizer que o fato de ser conselheiro do Grêmio não iria atrapalhar a defesa. “Não falo mais do caso da Patrícia, que tenho certeza que será bem defendida por outro profissional. Não fechamos a contratação. Não vou ser o advogado dela. Prestei esse auxílio inicial. Fui consultado, mas daqui para frente a família vai buscar um novo advogado. Não fui procurado por ninguém do Grêmio sobre isso. Foi uma razão profissional”, afirmou o advogado. Abrão negou ter sofrido qualquer pressão do Grêmio para deixar o caso. “É melhor ter outro profissional para não ter essa relação com o Grêmio”, completou. Pela manhã, ele afirmou que ser advogado da jovem não iria interferir no seu trabalho. “Eu sou advogado e estou conselheiro do Grêmio. Eu não represento ela no Grêmio, mas no inquérito policial e em um eventual futuro processo penal, que não tem nenhuma vinculação com o Grêmio, não tem nenhum impedimento que não pudesse advogar para ela”.