Noticias

Procon autua Hotel Sheraton por armazenar produtos vencidos

 

O Procon Estadual, órgão subordinado à Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), realizou nesta terça-feira (27/05) ação de vistoria dos estabelecimentos localizados no bairro de São Conrado, como parte da Operação Camisa 10 voltada à Copa do Mundo. Dos 17 estabelecimentos fiscalizados, seis foram autuados por armazenarem produtos vencidos, e entre eles está o renomado Hotel Sheraton que, como foi informado aos fiscais pelos funcionários, está prevista a hospedagem das seleções da Espanha, Argentina, Bélgica e Equador que terão jogos no Rio de Janeiro durantea primeira fase da Copa. No total, os agentes inutilizaram quase 30kg de alimentos impróprios para consumo.

Somente no Hotel Sheraton, na Av. Niemeyer, os fiscais encontraram 22kg e 420g de marinada, salmão, queijo e foie gras vencidos. O hotel não disponibiliza o Código de Defesa do Consumidor para consulta dos clientes, e não disponibiliza cartazes informando o Disque Procon 151 e a proibição de hospedagem de crianças e adolescentes desacompanhados. O estabelecimento também não fornece preservativos aos hóspedes, bem como não divulga folhetos explicativos sobre a prevenção da Aids.

Em três quiosques da praia de São Conrado (Ponto de Encontro, Nas Ondas, e Gávea Beach Club) os fiscais descartaram 3kg e 868g de alimentos vencidos e 950g de produtos sem informações sobre a validade. Entre os alimentos, encontravam-se pães, queijos, linguiça, bacon e presunto.

No Shopping Fashion Mall, os agentes autuaram o Atelier Culinário e a Prima Bruscheteria. O primeiro restaurante armazenava 300g de tiramissú, berinjela e presunto vencidos, além de 700g de presunto de parma sem identificação. Já na Bruscheteria foram inutilizados 648g de queijo e cogumelos vencidos e 10 pães sem especificação quanto ao prazo de validade. O estabelecimento não disponibiliza, ainda, o Código de Defesa do Consumidor e o cartaz que informa o Disque Procon 151 para os consumidores.

O Motel Vips, os quiosques 10A, 10B, 7B, 3A e 3B; e as lojas Mc Donald’s, Gula Gula, Rubro Café, Pobre Juan, CT Brasserie e Café Hum do Shopping Fashion Mall não apresentaram problemas durante a fiscalização.

Balanço da Operação Camisa 10:

1 – Quiosque 7A (Ponto de Encontro): 450g de pães vencidos; 100g de queijo prato sem especificação.

2 – Quiosque 6A e 6B (Nas Ondas): 2kg e 800g de linguiça vencidos.

3 – Quiosque Gávea Beach Club: 518g de queijos e 100g de pão de forma vencidos; 460g de bacon, 330g de queijo e 60g de presunto sem especificação.

4 – Hotel Sheraton (Av. Niemeyer, 121): 11 latas de refrigerante, 150ml de molho inglês, 14kg e 900g de marinada, 1kg e 200g de cabeça de camarão, 2kg e 320g de queijo de cabra, 2kg e 540g de salmão e 1kg e 460g de foie gras vencidos. Ausência do Código de Defesa do Consumidor e do cartaz que informa o Disque Procon 151. Falta do cartaz que proíbe a hospedagem de crianças e adolescentes desacompanhados. Não fornece preservativos e não divulga os folhetos explicativos sobre a prevenção de aids.

5 – Prima Bruscheteria (Fashion Mall): 200ml de bebida láctea, 113g de mix de cogumelos e 535g de queijo de cabra vencidos; 10 pães ciabatta sem especificação. Ausência do Código de Defesa do Consumidor e do cartaz que informa o Disque Procon 151.

6 – Atelier Culinário (Fashion Mall): 80g de tiramissú, 100g de presunto e 120g de berinjela vencidos; 800ml de leite e 700g de presunto de parma sem especificação.