Noticias

Procon encontra mais de meia tonelada de alimentos impróprios em supermercados da Baixada

site_1392151149.11.jpg

A Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), por meio do Procon Estadual, deu sequência à Operação Secos e Molhados nesta terça-feira (11/02). O objetivo foi fiscalizar supermercados nos municípios de Nova Iguaçu, Belford Roxo e São João de Meriti, além do bairro da Pavuna no Rio. Dos 10 estabelecimentos fiscalizados, nove foram autuados e serão multados. Ao todo, foram recolhidos e inutilizados 534kg e 732g de alimentos impróprios para o consumo.

Somente no Super Market da Avenida Sargento de Milícias, na Pavuna, os agentes encontraram 212kg e 200g de produtos sem informação quanto ao prazo de validade, tais como doce de leite, linguiça, costela, lombo, acém, pé e pescoço de galinha. Além de 15kg e 500g de carne previamente moída exposta à venda, o que é proibido pela Lei Estadual 6538/83 e a Lei Municipal 6235/86.

Também foram constatados problemas com o armazenamento dos alimentos, limpeza dos estabelecimentos e revalidação dos produtos após a abertura da embalagem. No Extra da Rua Rocha Carvalho, em Belford Roxo, os agentes recolheram 9kg de salsichão de frango vencidos e que estavam em processo de revalidação para venda. Tanto no Extra, de São João de Meriti, quanto no Supermercado Bergs, de Belford Roxo, depois do alimento aberto o prazo de validade era estendido para até dez dias apesar da recomendação do fabricante ser de apenas cinco dias.

O único estabelecimento que não apresentou qualquer tipo de irregularidade foi o Extra, de Comendador Soares, em Nova Iguaçu.

Balanço da Operação “Secos e Molhados”:

1 – Redeconomia (Avenida Miguel Couto, 507/Sumaré – São João de Meriti): 6 pacotes (400g) de doce de leite, 6 tubos (400g) de tubos de mortadela de frango vencidos; 3kg e 600g de bacon, 4kg e 800g de linguiça calabresa, 1kg e 830g de fígado de frango e 4kg e 22g de costela sem especificação. Restos de desossa e sebo no chão da mesma área em que são penduradas as peças de carne. Caixas de carne no chão, sem palets.

2 – Extra (Avenida Nilo Peçanha, 197/Centro – Nova Iguaçu): 8kg de costela salgada e defumada de porco vencidos.

3 – Novo Mundo (Estrada Mineira, 34/Areia Branca – Belford Roxo): 15kg e 500g de costela bovina vencidos; 3kg de mocotó bovino, 5kg e 400g de carne bovina e 9kg e 900g de asa de frango sem informações; 2kg e 972g de carne moída bovina e 8kg e 544g de carne moída de frango industrializada Macedo.

4 – Extra (Rua Rocha Carvalho, 1384/Centro – Belford Roxo): 1kg e 472g de chester fatiado, 8kg e 800g de queijo gruyere e 9kg e 400g de salsichão de frango Rica vencidos; 9kg e 280g de bacon sem informação; 2kg e 474g de pizzas de diversos sabores com validade de sete dias quando o certo seria de cinco. O salsichão de frango vencido estava em processo de revalidação para venda.

5 – Extra (Avenida Assia Tanus Bedran, 4/São João de Meriti): 24kg de fígado, 29kg e 400g de carré, 11kg de linguiça, 22kg e 900g de salsicha, 12kg e 900g de linguiça defumada, 8kg e 200g de bacon defumado e 3kg e 500g de paio sem especificação e sendo manipulados, fora da embalagem, pelos consumidores. Alimentos que deveriam estar sob refrigeração (margarina e iogurte) aguardavam fora das câmaras em temperatura ambiente. Acúmulo de embalagens e sujeira no interior do supermercado.

6 – Novo Mundo (Rua Tomas Fonseca, 500/Comendador Soares – Nova Iguaçu): 1kg e 900g de linguiça de frango e 2kg de doce de leite sem especificação; 434g de hambúrguer e 3kg e 300g de lombo temperado vencidos; 15kg de carne moída industrializada para devolução ao fabricante.

7 – Extra (Presidente Dutra, 4200/São João de Meriti): 3kg e 750g de linguiça calabresa, 2kg e 174g de paio, 13kg e 380g de bacon defumado e 4kg e 306g de linguiça defumada vencidos. A Sadia atribui a validade de cinco dias após a abertura da embalagem, o Extra estava atribuindo dez dias.

8 – Bergs (Avenida José Mariano dos Passos, 750/Belford Roxo): 29kg de pernil suíno, 200g de molho para pizza, 2kg e 300g de frango, 2kg e 900g de linguiça calabresa, 2kg e 100g de azeitona verde e 8kg e 400g de muçarela sem especificação. Foram encontrados, na área de venda, produtos com o prazo de validade para dez dias sendo que pelo fabricante o prazo é de cinco dias.

9 – Super Market (Avenida Sargento de Milícias, 41/Pavuna): 69kg e 600g de acém, 8kg e 600g de pescoço de frango, 7kg e 200g de pé de galinha, 54kg e 400g de carne suína, 2kg e 600g de doce de leite, 55kg de ponta de costela, 10kg de lombo suíno e 4kg e 800g de linguiça sem especificação; 15kg e 400g de carne moída para venda.