Noticias

Governo federal e Fifa apresentam medidas de saúde para Copa

104750

Com a presença do novo ministro da Saúde, Arthur Chioro, o governo federal  e a Fifa apresentaram, neste sábado, em São Paulo, medidas relativas a esta área visando a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil. Entre as novidades apresentadas, uma mochila que deve prevenir a morte súbita cardíaca em jogos de futebol. O equipamento, avaliado em R$ 20 mil, é uma novidade tecnológica produzida pela Johnson & Johnson, que é parceira da Fifa. A mochila foi distribuída para todos os países membros da Fifa, e a expectativa da entidade é que o equipamento fique um legado da Copa do Mundo. Todos as atividades ligadas à Copa, como jogos e treinos, terão a presença desses desfibriladores. Outra novidade é uma campanha de comunicação aos visitantes, com folhetos, chamados de Saúde do Viajante, em português, espanhol, inglês e francês. Além disso, em maio será lançado um aplicativo para celulares denominado Saúde na Copa 2014. Ele trará informações como as principais doenças da região, apontará o hospital mais perto e dará outras dicas de saúde. Com relação ao risco à saúde dos atletas por conta dos jogos sob sol forte, o diretor médico da Fifa, Jiri Dzorak afirmou que nas sete partidas no horário de risco (13h) a equipe médica vai avaliar se é necessária a parada técnica. “Durante a Copa das Confederações, nenhum jogador se queixou para a Fifa por causa do horário. Jogadores da Itália e Espanha estão acostumados com temperaturas altas no verão, isso é normal”, lembrou ele