Entretenimento

Rock in Rio custou mais de R$ 12 milhões aos governos federal e estadual

Imagem: Divulgação

Segundo noticias divulgadas O último Rock in Rio custou, pelo menos, R$ 12.646 milhões aos cofres públicos. Este valor será abatido de impostos devidos por patrocinadores do evento que foram beneficiados por isenções fiscais concedidas pelos governos federal e estadual. O Parque dos Atletas, sede do festival, foi cedido pela prefeitura. A informação foi publicada em um  site de noticias , nesta sexta-feira (27).

Como contrapartida pelo incentivo do Ministério da Cultura, de R$ 9.650 milhões, a produção do festival propôs distribuir 28.700 ingressos para alunos de escolas públicas, mas, depois, reduziu o total para 4.282.

Em documento enviado ao ministério, a produção do Rock in Rio incluiu, entre as contrapartidas para que obtivesse o benefício, a transmissão, para o Parque Madureira, dos shows ocorridos nos fins de semana. Isto, para democratizar o acesso do público.

Os incentivos foram contestados no ministério. Autor de um parecer alegou que o evento não necessitaria da ajuda e ressaltou que a pré-venda de ingressos para um público restrito (clientes do cartão Itaú) contrariava a lei de incentivo.