Noticias

Policia Militar afirma que tiro disparado de uma Blazer era de arma não-letal

A Polícia Militar  por meio de nota afirmou nesta segunda-feira, que o comando da corporação identificou que o disparo efetuado de dentro de uma Blazer descaracterizada, placa KMW 3453, na Rua Pinheiro Machado, na última quinta-feira, foi de armamento não-letal.

De acordo com o documento, o disparo foi de um lançador de munição calibre 12, de gás lacrimogêneo, “não oferecendo risco de morte para a população”. No entanto, a PM não justificou a presença do veículo sem identificação nas ruas. Neste domingo, durante outro protesto de ativistas no Palácio Guanabara, nenhum carro descaracterizado foi avistado.

Em diversos vídeos postados no Youtube, é possível ver o veículo trafegando em baixa velocidade pelas ruas do bairro. A Blazer circula pelas vias e efetua os disparos para o alto. Em algumas ocasiões, as armas são apontadas diretamente na direção dos manifestantes, que correm para se abrigar.

Blazer descaracterizada fez disparos para o alto durante protesto da última quinta-feira no Palácio Guanabara

Foto:  Reprodução Internet

 Nota 

O comando da PM abriu uma averiguação e já foi constatado na mesma que o disparo efetuado do interior da Blazer KMW 3453 na Rua Pinheiro Machado, quinta-feira passada (11/07), foi de armamento não-letal. O disparo foi de um lançador de munição não-letal calibre 12, de gás lacrimogêneo, não oferecendo risco de morte para a população. Estas são informações iniciais e a averiguação continua.