Noticias

Detran oferece curso de motofretistas em comunidades do Rio

 

O Detran abriu 570 vagas para a nova edição do curso de especialização de motofretistas que será ministrado por policiais militares em UPPs (Unidades de Polícia Pacificadora) e BPMs (Batalhões da Polícia Militar). Sem essa capacitação, os motociclistas que transportam profissionalmente documentos e mercadorias não poderão exercer legalmente a sua atividade a partir de 1º de setembro, quando, no Estado do Rio de Janeiro, a fiscalização passará a exigir o cumprimento da Lei Federal 12.009/09, que determinou a obrigatoriedade do curso. As aulas terão início no dia 11 de julho.

As inscrições, que podem ser realizadas pelo site do Detran, ficam abertas em cada unidade de UPP ou BPM até que as turmas sejam completadas. O curso, realizado em seis dias, será de 30 horas, sendo 25 de aulas teóricas e cinco de práticas, com as seguintes disciplinas: Ética e cidadania na atividade do profissional motociclista (3h); Noções básicas de legislação (7h); Gestão do risco sobre duas rodas (7h); Segurança e saúde (3h); Legislação específica da atividade, procedimentos para o transporte de cargas e logística (5h); e Prática de pilotagem profissional (5h).

Para se inscrever, os motofretistas têm de atender os seguintes requisitos: terem, no mínimo, 21 anos de idade; estarem habilitados na categoria A (de motociclista) por, pelo menos, dois anos; não estarem respondendo a processo de suspensão ou cassação da carteira de motorista; terem bons antecedentes criminais; e, terem remuneração não superior ao piso da categoria (atualmente, R$ 800).