Noticias

EUA pretende liberar supositório de maconha para cólicas menstruais

306367

Em breve, as mulheres dos EUA no estado de Nova York poderão usar suposutórios vaginais de cannabis para tratar cólicas durante a menstruação. A maconha medicinal já é permitida pela legislação, o próximo passo será acrescentar  a dismenorreia (cólicas menstruais) à lista de condições que justificam o uso do medicamento. A lista já inclui doenças como HIV, câncer e esclerore múltipla. Nos EUA, existe uma empresa que fabrica supositórios feitos à base de THC, o principal composto psicocativo da maconha. O produto pretende aliviar as dores de cólica em até 20 minutos e é comercializado apenas na Califórnia e no Colorado.Na Califórnia, é preciso ter uma receita médica para adquirir o produto. Já no Colorado, o uso recreativo da maconha já é liberado e a compra pode ser feita sem nenhuma receita. De acordo com os pesquisadores, as substâncias presentes na fórmula do supositório relaxam a musculatura da região pélvica, que tem o maior número de receptores canabinoides, depois do cérebro, que aliviam a dor. No entanto, os ginecologistas alertam que não existem pesquisas suficientes para atestar que a eficiência da erva realmente alivia as cólicas menstruais.