Noticias

Temer adquiriu dois terrenos um dia após repasse de R$ 1 milhão da JBS

O presidente Michel Temer adquiriu dois terrenos em um condomínio em Itu (SP) em 2014 um dia depois de ter recebido um suposto repasse de recursos da JBS. O Planalto afirma que a transação dos imóveis foi legal e que há compatibilidade entre a renda de Temer e sua evolução patrimonial. A informação sobre a compra foi revelada pelo site do jornal “El País”. De acordo com a delação dos executivos da JBS, no dia 2 de setembro daquele ano R$ 1 milhão foi entregue ao coronel da Polícia Militar (PM) João Batista Lima Filho, amigo pessoal de Michel Temer e apontado como operador de pagamentos que tinham o presidente como destinatário. Um terreno custou R$ 380 mil e o outro R$ 334 mil. de acordo com o site do jornal O Globo não há na escritura registro de qual foi a forma de pagamento.