Noticias

Prefeito e governador do Rio pedem apoio federal para combater violência

rj_clarice_img_5811

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, e o governador em exercício, Francisco Dornelles, fizeram um apelo conjunto por apoio federal à luta contra a violência. Eles se reuniram nesta terça-feira (18) no Palácio Guanabara, sede do governo estadual, e firmaram compromisso de se unirem para enfrentar a crise na segurança pública.

“O governo estadual e o governo municipal vão fazer um grande esforço para que o governo federal faça conosco um trabalho muito grande no campo da segurança”, declarou Dornelles, após a reunião. O prefeito, por sua vez, considerou que o Rio é, atualmente, o epicentro da violência no Brasil, e disse que já foi prometido, pelo governo federal, medidas para combater a violência no estado.

“O estado e a capital estão juntos, pedindo e fazendo um apelo veemente para que aquilo que nos foi prometido seja cumprido”, disse Crivella, lembrando a necessidade de reforços da Polícia Rodoviária Federal, das Forças Armadas e da Polícia Federal.

Segundo Crivella, é preciso cercar as divisas do estado do Rio de Janeiro, pois não é possível, segundo ele, haver tanta munição nas mãos dos criminosos. Ele também pediu mais recursos federais para poder pagar as folgas dos policiais e permitir que eles aumentem a presença nas ruas.

O governo federal enviou 620 homens da Força Nacional de Segurança e mais 380 policiais rodoviários federais ao estado, com a missão principal de combater o roubo de cargas e a entrada de armas e munições pelas rodovias. Só este ano, morreram 88 policiais militares, de folga ou de serviço, em ações de criminosos, no estado do Rio.

 

 

(Fonte Agência Brasil)