Noticias

Polícia prende criminosos que atropelou grávida que perdeu bebê

A Polícia Civil identificou, na tarde desta terça-feira, os dois suspeitos de atropelar a empresária Flavia Ahrends Moreira, 40 anos, grávida de três meses, durante um assalto no dia 6 de julho, em Higienópolis, Zona Norte do Rio. Na ocasião, Flávia ficou ferida e perdeu o bebê. O delegado Wellington Vieira Pereira, titular da 21ª DP (Bonsucesso) e responsável pelo caso, afirmou que Matheus Davyd da Silva Ribeiro, 19 anos, e um adolescente de 17 anos foram capturados no domingo por PMs roubando um posto de gasolina na Rua Couto Magalhães, em Benfica.

Matheus responderá por roubo majorado (com uso de violência) e lesão corporal grave (por causar o aborto). O rapaz pode pegar de 7 a 15 de prisão. O adolescente responderá por fato análogo aos mesmos crimes. “Eles já foram reconhecidos pela vítima e o marido. Ambos são moradores do Jacaré”, contou o delegado.

No dia do crime, Flavia estava acompanhada do marido, que levou uma facada na mão esquerda, e do enteado de dez anos. Mãe de um adolescente de 14 anos, ela esperava o primeiro filho com o administrador de empresas Eduardo Baptista, de 38 anos. O menino não se feriu e os bandidos conseguiram fugir.

O crime foi flagrado por câmeras de segurança da rua. Nas imagens, é possível ver Flavia sendo atropelada por um carro branco. Depois, um dos bandidos sai do veículo e ataca o marido da vítima, Eduardo Baptista, e o filho dele. O segundo assaltante, que dirige o carro, puxa a bolsa da mulher enquanto ela continua deitada no chão. Os bandidos conseguem fugir.

Baptista divulgou o caso por meio de sua rede social. Ele contou que perdeu o movimento da mão por causa da facada e que precisar fazer fisioterapia ou uma cirurgia. “Eu tomei a facada sem reagir. Estamos assustados, ficamos 30 horas sem dormir”, afirmou. “Tenho fé em Deus que eles [os bandidos] pagarão pelo que fizeram. Vamos torcer para que os policias prendam esses bandidos. Sabemos que é difícil, mas não é impossível”, destacou o marido da vítima, que também teve os pertences roubados.

Parentes e amigos do casal prestaram solidariedade e lamentaram o ocorrido. “O Rio de Janeiro está entregue. Boa recuperação para vocês”, escreveu um deles. “Estou em choque por vocês”, reforçou outro internauta. “Que horror! Pedimos paz”, completou outro. Em nota, a Polícia Militar informou que o 22º BPM (Benfica) não foi acionado para a ocorrência.