Noticias

Justiça condena homem que tentou matar ex-mulher com chumbinho

O 2º Tribunal do Júri condenou a nove anos e quatro meses de reclusão Vanderson Batista, acusado de tentar matar a ex- esposa com um refrigerante contendo veneno de rato conhecido como “chumbinho”.

Por sorte, a mulher sentiu um gosto amargo e alguns granulados e acabou cuspindo o líquido, procurando logo o atendimento médico.

A tentativa de homicídio aconteceu dentro de uma agência bancária, em Realengo, Zona Oeste do Rio, onde os dois haviam combinado de se encontrar para tratar de assuntos financeiros.

Ao ser preso, Vanderson afirmou que o pó preto tratava-se de macumba, para que a ex-esposa voltasse para ele. Os laudos, porém, provaram que se tratava de veneno mesmo.