Noticias

Mulher morre após aborto em clínica clandestina

A polícia do Rio investiga se uma mulher morreu após fazer um aborto em uma clínica clandestina no bairro de Benfica, zona norte do Rio. A mãe de Caroline de Souza, de 28 anos, contou, em depoimento, que tinha conhecimento sobre a decisão da filha.

Agentes da 21ª DP (Bonsucesso) foram ao local onde a jovem pode ter morrido após o procedimento. Ela saiu de casa na madrugada da última sexta-feira (19) e, como não voltou, a mãe fez o registro da ocorrência no sábado (20). O namorado de Caroline irá prestar depoimento nesta terça-feira (23).

clinica_aborto_benfica

O corpo de Caroline foi encontrado na noite de sexta feira (19/08) na rua  Ana Porto,na comunidade Senhor do Bonfim, em Duque de Caxias, Baixada Fluminense.

A polícia acredita que a jovem tenha morrido na clínica, em Benfica, e que o corpo tenha sido levado para o local onde foi encontrado, na baixada. Segundo um laudo preliminar, havia sinais de que ela tinha passado por uma cirurgia.

 

O namorado de Caroline informou à polícia que irá prestar esclarecimentos, nesta terça-feira (23), em Paraíba do Sul, na região central do Estado, onde a jovem morava com a família. Para o delegado Wellington Vieira, o depoimento do namorado é fundamental para esclarecer o caso.