Noticias

Adolescente de 15 anos morre em ação da PM em Del Castilho

14021646_1237576949617269_281123226654430576_n

Duas pessoas foram mortas e ao menos duas ficaram feridas durante uma operação da Polícia Militar (PM) na Favela Bandeira 2, em Del Castilho, Zona Norte do Rio, nesta quinta-feira (11). Segundo a PM, os mortos são um adolescente de 15 anos e um homem de 22 anos. A ação policial motivou protestos nesta noite: durante o ato, um ônibus na região.

13903192_1237576986283932_8923070784936350199_n

Os moradores que fizeram o protesto dizem que a polícia chegou no local atirando durante uma operação. A PM afirma que foi recebida a tiros por criminosos.

Os dois mortos e mais um terceiro homem, baleado no tórax e na cabeça, foram levados para o Hospital Salgado Filho, no Méier, também na Zona Norte. Um outro homem baleado que também teria relação com o confronto, foi levado para o Hospital do Andaraí.

Em protesto após a incursão, um grupo ateou fogo em um ônibus na Avenida Dom Hélder Câmara, próximo ao Shopping Nova América, em Del Castilho. Segundo a Polícia Militar, o coletivo foi incendiado por criminosos.

Por conta da ocorrência, a Avenida Dom Hélder Câmara ficou 40 minutos interditada para a atuação de PMs e dos bombeiros.

A PM confirma um tiroteio na região mais cedo, mas, segundo a corporação, o confronto aconteceu depois que agentes do Batalhão de Choque foram recebidos a tiros na comunidade.

Eles teriam ido ao local depois de informados sobre “uma ação criminosa” na região.

Na entrada da comunidade moradores protestavam e mostravam um corpo no chão. Segundo eles, a PM entrou na favela atirando.

Segundo o Centro de Operações, o Viaduto de Del Castilho e os dois sentidos da Avenida Dom Helder Câmara, altura da Igreja Universal, estavam interditados devido a uma operação policial por volta das 20h. Às 20h41, a via foi liberada.