Noticias

Dom Oranii Tempesta fica entre tiroteio

orani_vl

O cardeal Dom Orani Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro, ficou no fogo cruzado em um tiroteio entre criminosos e policiais das Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) Fallet e Fogueteiro, em Santa Teresa, no Centro da cidade.  na manhã desta sexta-feira (10), quando ia para o Aeroporto Santos Dumont. O religioso viajaria para a cidade de Valinhos, em São Paulo, para a gravação de um programa de TV.Ele acredita que o episódio de violência é o reflexo de problemas mais profundos na sociedade.

“Eu tenho dito que a nossa sociedade é doente, há um tecido social doentio. E isso acontece tanto no aspecto ético, como também moral, como também social e da segurança. É necessário reconstruir a sociedade”, afirmou o cardeal.

O arcebispo do Rio foi obrigado a ficar sentado no meio fio, atrás do carro onde viajava, para se proteger dos disparos, que duraram cerca de dez minutos. Ao lado dele, estavam os passageiros de um ônibus que passava pelo local.

“Pude ver ali, junto comigo, tantas pessoas preocupadas em chegar ao trabalho, pessoas de bem e preocupadas em justificar a demora em chegar ao trabalho. E também tentando reencontrar a segurança que perderam naquele momento”, disse ele, se solidarizando com os passageiros.

 “Isso nos ajuda a ver a necessidade de construir valores e anunciar o Evangelho, para que os corações sejam abertos à graça de Deus. Que as pessoas se amem e queiram bem uns aos outros. E que juntos construamos uma sociedade mais justa, humana, solidária, onde todos tenham dignidade e vivam com dignidade”, fez questão de ressaltar Dom Orani.

O site da Arquidiocese do Rio de Janeiro também publicou uma imagem do cardeal olhando no telefone celular, protegido atrás de seu carro durante a troca de tiros.

Segundo a Arquidiocese do Rio, Dom Orani Tempesta ficou preso no engarrafamento quando saía do Cristo Redentor para o Aeroporto Santos Dumont, antes de viajar para São Paulo. Ele não precisou ficar deitado no chão e o carro também não foi atingido, mas o motorista precisou dar ré e pegar um caminho alternativo.