Noticias

Senado faz acordo com Universidade de Portugal e livros de interesses deles serão impressos pela Gráfica do Senado

renan

 

O acordo entre a Universidade de Coimbra, em Portugal, permitirá que obras publicadas pelo Conselho Editorial do Senado estejam nos pontos de venda da editora da universidade, abrindo assim um canal de comercialização no exterior. Os entendimentos para um acordo entre o Senado e a Universidade de Coimbra, a mais antiga de Portugal (criada em 1290), devem avançar após a visita do presidente do Senado, Renan Calheiros, ao país.

O acordo em negociação prevê que os livros de interesse de Coimbra sejam impressos pela Gráfica do Senado, na forma de coedições, reduzindo o custo de produção, diz o diretor da Secretaria Especial de Editoração e Publicações, Florian Madruga. Hoje, por serem importadas, as obras são caras e não são encontradas com facilidade no Brasil.

A Assembleia da ­República, a Biblioteca Nacional de Lisboa e a Universidade de Coimbra já recebem a Revista de Informação Legislativa (RIL), publicada há quase 50 anos pela Subsecretaria de Edições Técnicas do Senado e considerada pelo MEC uma das três principais revistas acadêmicas do país. Nesta semana, conforme a diretora da subsecretaria, Anna Maria Rodrigues, o Senado espanhol solicitou a inclusão da RIL na sua rede interna, para que parlamentares e funcionários tenham acesso.

Boa parte das 200 obras do Conselho Editorial já é procurada por acadêmicos de Portugal, segundo Anna Maria. Uma delas é a História da América Portuguesa, escrita pelo baiano Rocha Pita e impressa pela primeira vez em 1730, uma das primeiras obras sobre o Brasil colonial.

 

 

Do Jornal do Senado