Noticias

Indústria automobilística movimentará cerca de 12 bilhões até 2016 no Estado do Rio

auto

 

Segundo a Subsecretaria de Comunicação Social do Estado do Rio, com destaque para Resende e Porto Real, no Médio Paraíba, o setor Automobilístico deve movimentar R$ 12 bilhões em investimentos até 2016. A instalação das indústrias já criou mais de dez mil empregos diretos. A expectativa é de que o Rio de Janeiro se torne o segundo polo no segmento do país. Entre as empresas instaladas no estado estão a MAN Latin America, a Peugeot e a Nissan.

A localização estratégica dos municípios fluminenses para escoar a produção é um dos fatores de atração de grandes fábricas. Com o impulso das âncoras, a cadeia de fornecedores também investe no estado e o número de indústrias chega a 12.

Em Resende, a Nissan terá capacidade para produzir 840 mil unidades por ano. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, cerca de dois mil empregos diretos serão gerados pela nova fábrica, além de outras duas mil vagas que devem surgir com a instalação de fornecedores.

Após a implantação da Peugeot em Porto Real, o PIB per capita do município se tornou o segundo maior do país. Já no segmento de ônibus, a Neobus e a Ciferal investirão R$ 120 milhões, em Três Rios e em Duque de Caxias, respectivamente. A Michelin, que já tem uma fábrica de pneus em Resende, ampliou a capacidade de produção na segunda unidade, em Itatiaia.

A Hyundai constrói uma fábrica também em Itatiaia, com investimentos de R$ 360 milhões. De acordo com a secretaria, os incentivos fiscais do RioInvest (Programa de Atração de Investimentos Estruturantes) ajudam a aquecer o setor, contribuindo para que o estado abrigue um pool automobilístico. O RioInvest também gera investimentos para capacitação de mão de obra qualificada para a área.