Noticias

Cidadãos brasileiros vão às ruas para cobrar seus direitos e dizer que não se conformam com tanta corrupção

bandeira-dobrasil

Manifestações realizadas nas várias cidades do país mobilizou milhares de brasileiros nesta segunda-feira (17/06).

Em São Paulo cerca de 65 mil pessoas, já no Rio de Janeiro reuniram cerca de 100 mil pessoas, segundo especialistas.  Em Belo Horizonte, entre 18 mil e 20 mil pessoas. Em Brasília, cerca de 80 mil pessoas estão concentradas na Esplanada dos Ministérios e parte dos manifestantes chegou a subir a rampa e está neste momento na cobertura do Congresso Nacional.

Com o mote “Não são apenas 0,20 centavos”, além de se posicionar contra o preço do transporte público, os protestos criticaram a condução da política brasileira, a corrupção, os gastos públicos com as obras para as copas das Confederações e do Mundo de 2014.

As manifestações começaram a tomar corpo na última semana após as ações da Polícia Militar (PM), em São Paulo, que reagiram aos manifestantes contrários ao aumento da tarifa de transporte público na capital paulista. O episódio levou a Defensoria Pública do Estado de São Paulo a questionar a atitude da PM.

Em São Paulo, os manifestantes se concentraram no Largo da Batata e depois ocuparam as oito faixas da Avenida Brigadeiro Faria Lima. Ao contrário do que ocorreu na última manifestação, na quinta-feira (13/06) – quando a presença da PM foi ostensiva – ativistas e policiais entraram em acordo e, até o momento, não houve registro de conflito.

No Rio de Janeiro, as dezenas de milhares de manifestantes marcharam pela Avenida Rio Branco e se dirigiram à Cinelândia, na região central da cidade, onde ocuparam as escadarias da Biblioteca Nacional e da Câmara de Vereadores. De lá, seguiram pela Avenida Almirante Barroso em direção à Avenida Presidente Antonio Carlos até a Assembleia Legislativa do Estado (alerj). Houve confronto com a polícia e algumas pessoas queimaram um carro próximo a Alerj.

Na capital mineira, a concentração do protesto teve início na Praça 7, no centro da capital. De lá, os manifestantes se dirigiram à Arena Mineirão, onde foi disputada nesta segunda a partida entre Nigéria X Taiti, pela Copa das Confederações.

Em Brasília, o protesto começou às 17h. Os manifestantes se concentraram em frente ao Museu da República e, de lá, marcharam em direção ao Congresso Nacional, na Esplanada dos Ministérios.

O protesto foi organizado no intuito de ser pacífico, porém algumas coisas fugiram do controle ao decorrer, os comentários circulam, é que talvez os atos de vandalismo ocorridos tenha sido realizado por pessoas infiltradas no meio dos manifestantes.

Os manifestantes foram as ruas após marcarem o movimento em redes sociais, onde foi combinado, que todos fossem com blusa branca, simbolizando a paz, para poder mostrar que a luta é por direitos e por um país mais justo.

1 comentário em "Cidadãos brasileiros vão às ruas para cobrar seus direitos e dizer que não se conformam com tanta corrupção"

  1. I like your presentation and agree with much of this information. You kept my attention throughout the whole article, and that’s a task. Thank you.