Noticias

Campanha de mobilização recolhe embalagens de agrotóxicos no Noroeste Fluminense

 

agro

Segundo a Subsecretaria de Comunicação Social do Estado do Rio, o uso de agrotóxicos nas lavouras pode provocar sérios danos ao meio ambiente e à saúde, tanto para quem planta como para quem consome os alimentos. Com o objetivo de alertar os agricultores sobre o manuseio adequado de defensivos químicos no campo, o escritório da Emater-Rio de Varre-Sai, no Noroeste Fluminense, vinculado à Secretaria de Agricultura, promoveu uma campanha de conscientização que durou dois meses e culminou com o recolhimento de 3,5 toneladas de embalagens vazias.

Organizada pela extensionista social da Emater-Rio, Rosane Bendia, a campanha teve como objetivo conscientizar a comunidade de que é preciso cuidado na aplicação do agrotóxico.

– Nosso compromisso é orientar sobre a utilização correta. É importante que o produtor use o equipamento de proteção individual (EPI) e que o produto seja aplicado em quantidades adequadas e no período certo, respeitando o período de carência para a colheita, para que o produto não chegue contaminado à mesa do consumidor. E que o descarte da embalagem seja feito corretamente, para não contaminar o meio ambiente – explicou Rosane.

As palestras foram realizadas em todas as microbacias do município, abrangendo 500 agricultores. A campanha foi realizada em parceria com a Defesa Sanitária Estadual, Secretaria municipal de Agricultura, associações de produtores, comércio local de insumos agrícolas e a rádio local.

Além da utilização segura dos defensivos químicos, as palestras também pautaram as responsabilidades e competências para comercialização e uso dos produtos. A legislação federal determina que fabricantes e revendedores de defensivos agrícolas implementem mecanismos de controle para a compra e a devolução de embalagens vazias. A Defesa Sanitária Estadual é quem fiscaliza o setor.

Os produtores só podem comprar defensivos químicos com receituário fornecido por um engenheiro agrônomo, em estabelecimentos licenciados para venda. Embalagens devem ser armazenadas em locais seguros e passar pela tríplice lavagem antes do recolhimento. O produtor receberá o comprovante de devolução quando entregar a embalagem vazia, ensacada e identificada com seu nome.

Esta é a quarta vez que a campanha é realizada Em Varre-Sai. Caminhões percorreram 23 localidades do município e todo o material recolhido foi encaminhado ao posto de Campos dos Goytacazes.